PALAVRAS SINGULARES

São palavras jeitosas, formosas, inteiras.

Sem sentido, sem juízo, sem valor.

Faceiras, brejeiras, até corriqueiras.

Palavras intensas, carentes ou contentes.

Indecentes, inocentes, contingentes.

Trazem riso, pouco siso, alegoria.

Palavras de fé, de magia, de folia.

Fazem chorar, descontrolar e lamuriar.

Falam de amores, de dissabores,

exaltam as dores.

Palavras alegres, cintilantes, efusivas.

Verdadeiras, sorrateiras, benzedeiras.

Palavras que excitam, incitam, ousam sonhar.

Assim como falam, se calam.

Suplicam, replicam, explicam.

Palavras perdidas, inventadas...

De enfeite, deleite, um falsete.

Palavras tão belas, palavras de fera.

São palavras singulares,

São palavras de mim.

segunda-feira, 20 de junho de 2016

Sensazioni



SENSAZIONI

Achega-se o inverno
Esfriando os beirais do dia
Num calor que aquece a alma
O pensamento precipita-se
Até você...
O instante se faz poesia

2 comentários:

  1. Muitos sentimentos em pequenos versos. *-*

    Beijos,

    Blog Jovens Mães

    ResponderExcluir
  2. Inverno tempo de aconchego.
    Inverno renascer de sensações e emoções.
    Bonito poema.
    Abraços e boa semana.

    ResponderExcluir